Loading...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Alimentação dos papagaios

A alimentação dos papagaios em cativeiro é um assunto bastante discutido e existem imensas opiniões acerca do tema, esta que aqui vou deixar é apenas a minha.
Ao longo do tempo, os donos dos papagaios procuraram alimentar as suas aves da melhor e mais correcta forma que sabiam, uns com misturas de sementes(que comiam apenas as que mais gostavam), outras baseadas apenas em girassol (como ainda se vê, infelizmente) mas com o evoluir da ciência e após vários estudos tanto a nivel de laboratório como em experiências com papagaios em cativeiro, chegou-se à conclusão que se poderia criar uma ração equilibrada com todos os nutrientes necessários a uma dieta equilibrada e saudável(evitando a escolha apenas do que mais lhes agrada), que podemos e devemos complementar com frutas e verduras, nem que seja para variar os sabores que os nossos papagaios saboreiam, e frutas e verduras só fazem bem. No meu caso, eu forneço diariamente, uma mistura seleccionada de sementes( mistura para pombos de alta competição) demolhado 24 horas, fruta e/ou verduras como feijão verde, broculos, cenoura, e ração à descrição para que fique para o dia enquanto não estou em casa (apenas a dose que sei que comem durante o dia para evitar que desperdicem, quanto mais têm mais desperdiçam).
Os alimentos como amendoins, nozes ou girassol são alimentos que os papagaios adoram pela sua quantidade de óleo e gordura, mas não são alimentos saudáveis para os papagaios, especialmente os que não têm a possibilidade de voar diariamente, como tal devem ser dados em doses muito reduzidas e controladas. No inverno podemos dar um acréscimo destes alimentos pois as temperaturas são mais baixas que no habitat natural e a necessidade de gordura aumenta, mas, todos estes alimentos devem ser dados( 1 amendoim por dia/ uma noz por dia/ meia duzia de girassois) apenas como recompensa por algo que nos agrada, usando assim os alimentos favoritos dos papagaios como moeda de troca por comportamentos que nos agradam, com isto transformaremos a nossa relação com eles, melhorando-a bastante.
Mas, com isto, temos de ter muito cuidado, já vi acontecer coisas como, "o papagaio não se cala!! dá-lhe um amendoim que ele fica entretido e cala-se.", com este comportamento estamos a recompensar o papagaio por estar a falar ou a berrar e ele vai entender isso como, quando eu grito, dão-me uma guloseima, e assim passará a maioria do tempo a gritar. Da mesma forma, se usarmos o amendoim quando ele diz o nosso nome ou algo que nos agrada estaremos a incentivar algo que nos agrada...
A alimentação é algo precioso na qualidade de vida dos papagaios, na natureza eles podem escolher o que comem, em função do que há num raio de vários kilometros, os papagaios em cativeiro, têm de se contentar com aquilo que lhes disponibilizamos e é nosso dever enquanto donos de fornecer a melhor alimentação possivel.
O ideal de alimentação em termos de escolha da ração, é sem duvida a ração biológica, existem ainda poucas marcas a fabricar mas acredito que com o tempo apareçam mais e os preços se tornem mais acessiveis. Podemos e devemos ir sempre variando a marca da ração que os nossos papagaios comem, podemos comprar duas ou três marcas diferentes e ir misturando as rações porque nenhuma é perfeita, e desta forma garantimos uma maior variedade de fontes dos produtos usados no fabrico da ração e de nutrientes nelas contidos.
Clique aqui para ler o artigo completo ->