Loading...

domingo, 26 de abril de 2009

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Truque facil de ensinar

Esta é a Joca a aprender este truque, primeiro dia de treino

Clique aqui para ler o artigo completo ->
Clique aqui para ler o artigo completo ->

Um dos mais simples truques a ensinar

Ainda bem que hoje ao pesquisar acerca de alguns treinadores de papagaios, procurando mais informação de como treinar papagaios, assim como novos métodos e novos truques reparei neste que é considerado um dos primeiros truques a ensinar pela sua facilidade, tanto para o dono como para o papagaio. O dar um Xau, que normalmente chamamos dizer adeus, mas para o papagaio, a palavra xau é mais simples e mais fácil de aprender, já que o objectivo deste "truque" é que com o tempo o papagaio não só acene com a pata como também vocalize o cumpimento. Este é um truque muito simples de ensinar e que rapidamente mostra ao nosso papagaio que a sua goluseima preferida vem sempre depois de algo que lhe estamos a pedir que faça. Mais uma vez, a comida é a recompensa, devemos saber qual a goluseima preferida do nosso papagaio e tê-lo provado de alimento nas ultimas duas horas para que esteja mais interessado em comer. Colocamos então o papagaio no poleiro dos treinos, que ele já associa à sua goluseima favorita e vamos dar inicio ao treino do nosso papagaio. Devemos começar por acenar com a mão direita onde temos na ponta dos dedos a recompensa e atrair o papagaio a querer subir para a mão esquerda, assim que levanta a pata, dizemos boa!!, muito bem e damos então a recompensa. Repetir esta sequência até que o papagaio levante a pata sem que tenhamos a mão esquerda perto dele, aumentando o tempo entre o levantar a pata e o darmos a recompensa para que o papagaio se sinta obrigado a manter a pata no ar durante mais tempo. Este é daqueles truques que em duas, no máximo três sessões está aprendido e que pode passar a ser um hábito diário, sempre que saimos da divisão onde temos o nosso papagaio podemos dizer xau e esperar que nos acene, com o tempo e repetição deste exercicio teremos um papagaio bem educado que quando se despede de nós além de acenar também irá dizer xau.
Clique aqui para ler o artigo completo ->

domingo, 12 de abril de 2009

Ensinar a deitar

Este já é um truque um pouco mais dificil de ensinar, já vai requerer um pouco mais de persistência que os anteriores.
Vou descrever como faço para tentar ser sufientemente explicito.
Pego no papagaio suportando-o no dedo indicador e rodo a mão de forma a virar o papagaio ao contrário, ficando o papagaio "deitado" suspenso no dedo indicador apoiando-o na outra mão e quando o estou a virar vou dizendo, "deita". Depois de mostrar ao papagaio que esta posição não o deixa desprotegido, que é apenas mais uma forma do papagaio brincar comigo, passo para a mesa, onde coloco o papagaio e lhe peço que se deite. Fica a olhar para mim a pensar "o que queres?", vou "empurrando de lado" e vou ajudando a deitar-se, caso não comece a virar-se de lado, ajudo colocando a mão de lado e segurando as asas e o rabo, giro o papagaio deitando-o e dizendo-lhe, "deita", assim que está deitado em cima da mesa, dou-lhe a recompensa e aguardo que a acabe de comer até lhe dar novamente o dedo para que se agarre e torne a levantar-se, recoloco o papagaio na mesa e torno a pedir que deite.
Após umas dez vezes, passo a tentar não ter se segurar o papagaio, levando-o a deitar-se sozinho apenas por o empurrar ou colocar o dedo como se o fosse fazer. Este truque implica várias sessões até que seja compreendido pelo papagaio aquilo que queremos, vai depender mais uma vez de papagaio para papagaio. Por vezes, podemos usar um brinquedo pequeno que o papagaio goste para que se agarre a ele quando se vai deitar nas primeiras vezes e assim ache mais seguro deitar-se pois esta posição deixa-os mais susceptiveis. Este é um truque que deve ser practicado com alguma frequência para que o papagaio não o esqueça pois para se deitar o papagaio tem de apanhar o jeito de o fazer, e se ficar muito tempo sem repetir pode esquecer-se e temos de voltar ao inicio quase.
Clique aqui para ler o artigo completo ->

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Segundo truque facil de ensinar, Front Loop

Um bom truque para ser o segundo truque a ensinar ao nosso papagaio, pode ser o "front loop", como lhe chamo, uma cambalhota para a frente no poleiro.
Mais uma vez se devem seguir todos os passos que falei no inicio dos treinos, e após as 2 horas sem alimento disponivel, iniciaremos então mais uma sessão onde introduziremos um novo truque, como tal é bom "aquecer" o papagaio, mostrar-lhe a goluseima favorita e pedir-lhe uma volta, para que se possa dar a primeira recompensa e despertar no papagaio a vontade de interagir. Vamos lá então ensinar o Front loop, com o papagaio no poleiro, mostramos a goluseima abaixo do poleiro, um bocadinho à frente dele, para que o papagaio se incline para a frente a tentar apanhá-la e vamos dizendo "front loop", quando o papagaio já estiver bem inclinado começamos a puxar a goluseima para a cauda do papagaio de forma que este tenha de dar a cambalhota para a seguir, caso o papagaio se negue a tentar tal acrobacia podemos dar uma ajuda com a outra mão e empurrar a cauda de forma a que o papagaio rode sobre o poleiro e assim dê a volta (nas primeiras vezes devemos ajudar o papagaio a restabelecer o equilibrio para que perceba que é capaz e não ganhe medo). Mais uma vez, devemos repetir o procedimento até que o papagaio entenda o que queremos ao dizer "front loop" e assim dê então a cambalhota para a frente no poleiro sozinho e sem a nossa ajuda. Depois deste truque percebido, está na hora de passar ao próximo.....
Clique aqui para ler o artigo completo ->

Inicio dos treinos

Espero poder ajudar quem deseja iniciar-se no treino de aves, neste caso psitacideos.
Para começar,temos de arranjar um sitio onde iremos fazer os treinos, deve ter uma mesa para que possa mais facilmente manusear a ave e ter em cima os brinquedos que mais tarde iremos usar para que se vá habituando a eles, de preferência numa zona onde a ave não tenha muitas distrações (sons, pessoas a passar, outros animais), depois devemos descobrir qual a goluseima favorita da nossa ave, mostrando várias que sabemos que gosta, fazemos por tentativas. Ex: Normalmente os papagaios adoram, girassol, maçã, nozes, entre outras sementes pequenas. Pois é simples, basta colocar num pires um girassol, um pedaço de maçã, uma noz,etc e colocar ao alcance do papagaio, e observar qual o papagaio come primeiro. Repetindo este "teste" umas cinco vezes, sabemos qual a goluseima que o nosso papagaio prefere, pois é aquela que irá comer em primeiro na maioria das vezes. Depois de sabermos qual a goluseima favorita do nosso papagaio, já sabemos qual será a melhor recompensa que lhe podemos dar. (girassol na alimentação é prejudicial mas se for usado apenas nos treinos como recompensa, não terá qualquer efeito negativo na alimentação do nosso papagaio). No caso do meu papagaio amazonas ochrocephala e da minha arara azul e amarela, o girassol é a goluseima favorita, como tal, apenas os comem como recompensa nas sessões de treino. Também convém providenciar um poleiro em T para os treinos, devemos familiarizar o papagaio ao poleiro, retirar totalmente a comida umas 2 horas antes do inicio do treino e temos reunidas as condições para iniciar.
Como o papagaio já não come nada há duas horas, está com vontade de comer, não está cheio de fome, mas tem vontade de comer, então a sua goluseima favorita, essa está sempre pronto, mas desta vez vai ter de perceber o significado de recompensa, a ideia inicial é que o papagaio perceba que a goluseima vem sempre e só depois de algo que ele faça. Costumo iniciar a aprendizagem com o dar a volta no poleiro, um truque simples de efectuar e muito simples de ensinar.
Como se faz então: coloca-se o papagaio no poleiro e mostra-se a goluseima, ao que ele tenta alcança-la com o bico, nesse momento desloca-se a semente para que esta dê a volta à cabeça do papagaio e ele para a seguir com o bico tenha de rodar no polereiro quando se pede vocalmente, "dá uma volta", depois da volta dada atrás da goluseima, "boa, uma volta" e dá-se a goluseima. Repetir até que dê a volta sozinho e recompensar mesmo que só dê meia volta nas primeiras tentativas, o importante é conseguir que o papagaio entenda o que estamos a pedir e o faça para receber a goluseima. Este é o primeiro truque a ensinar pois é bastante simples de ensinar e uma boa forma de a ave perceber que a goluseima vem depois de ela fazer algo que lhe pedimos.
As sessões devem ter um máximo de 20 a 30 minutos, pois depois desse tempo já o papagaio está a ficar aborrecido e deixa de prestar atenção, isto também vai depender de ave para ave.
Conseguido este passo, passar imediatamente ao próximo truque, mais de três sessões a pedir o mesmo pode originar que o papagaio ache que o que queremos é que ande à volta e depois mostrar-lhe outros truques fica mais dificil, assim que saiba dar a volta, devemos passar ao próximo truque, que também deve ser um truque simples e facilmente realizavel pelo papagaio, para que possa ir evoluindo com a evolução da dificuldade dos truques.
Clique aqui para ler o artigo completo ->

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Diz olá Juca

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Dá a volta e faz Front Loop

Clique aqui para ler o artigo completo ->

A aprender a esquerda e a direita

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Front Loop

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Joca a dar a volta.

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Ensinar a falar

Continuando este assunto que penso ser de relevante interesse da maioria dos donos de papagaios, araras e outros psitacideos.
Quando a ave repete alguma palavra, na maioria dos casos o seu objectivo é chamar a atenção do dono para lhe pedir atenção. Se não aproveitarmos estes momentos, podemos estar a perder timings excelentes para a aprendizagem da ave. Cada vez que a nossa ave repete alguma palavra que lhe andamos a tentar ensinar, devemos recompensar a ave, seja com alguma goluseima ou apenas com uma grande festa, palavras de animo e entusisastas mostrando à ave o quanto ficamos contentes com esse comportamento. Exemplo: se a ave está a aprender o nome de algum dos membros da familia e o repete por si propria, esse elemento deve aproximar-se da ave e dar-lhe alguma recompensa mostrando quão satisfeito fica por a ave o estar a chamar pelo nome, dizendo (nome) esse sou eu!!! (nome) esse sou eu!!! repetindo o nome da ave dizendo (nome) bonito/a.
Os psitacideos em geral são aves que gostam de dramatismo, quando fazemos um grande alvoroço por uma simples situação que nos agrada a ave percebe isso como "boa, já fiz algo que lhe agradou bastante" e isso é muito importante sabermos pois serve não só para estimular algum tipo de comportamento ou até para inserir algo na alimentação da ave.
Depois de escolhido o melhor horario e de iniciado o treino nas sessões de 10 minutos em que se repetem as palavras que queremos ensinar, devemos aproveitar sempre que a ave está a "treinar" sozinha para ir motivando essa aprendizagem, muitas vezes percebemos que a ave está a querer repetir alguma palavra que lhe estamos a ensinar nas sessões e devemos sempre motivar essa aprendizagem, recompensando com atenção e uma goluseima, desta forma estamos a mostrar à ave mais uma vez que esse comportamento nos agrada e nos deixa satisfeitos. As aves treinam muito sozinhas, passam que tempos a tentar repetir os sons que lhes ensinamos para que quando iniciamos as sessões possam receber mais recompensas.
Pequenos pormenores como este podem aumentar muito a eficácia das sessões de treino.
Existem aves com maior propenção a repetir sons e outras com menos, aquelas que têm mais facilidade em repetir sons, por norma aprendem nas 3 primeiras sessões a dizer duas três palavras, caso a sua ave não repita nenhuma palavra nessas sessões, não desanime, a persistência é a melhor ferramenta para o sucesso. Muitas vezes parece-nos que a ave não está a aprender nada e por não repetir nada, que nem sequer está a aprender, mas desde que haja atenção por parte da ave, a sessão está a ter resultados. As aves memorizam os sons e acabarão por os repetir. Caso na sessão, a ave esteja distraída e a não dar nenhuma atenção ao que lhe estamos a dizer, o melhor é cancelar essa sessão e deixar a ave sozinha no seu local para que deseje atenção e mais tarde se possa reiniciar a sessão. Estar a tentar ensinar a ave quando está distraida com alguma coisa ou apenas não está para aí virada é perda de tempo.
No inicio das sessões devemos chamar a atenção da ave para que fique atenta ao que lhe pedimos, podemos ir dando algumas goluseimas, ir falando com ela até que fique realmente atenta ao que lhe estamos a dizer, desejosa de receber mais goluseimas, aí então inicia-se a sessão só recompensando quando a ave realmente diz o que pedimos.
Clique aqui para ler o artigo completo ->

domingo, 5 de abril de 2009

Ensinar a falar

Existem vários métodos no que repeita ao treino de aves, treino de atuação, treino da fala, treino comportamental, entre outras habilidades que os nossos amiguinhos têm.
Vamos começar por falar daquele que é o mais comum entre os donos de psitacideos de médio e grande porte, aquele que normalmente se acha mais piada, a capacidade das nossas aves de repetir sons, sejam palavras, assobios, musicas, etc.
Os papagaios têm este dom natural, uns mais outros menos, dependendo de ave para ave assim como de espécie para espécie, há espécies com maior aptidão e espécies menos prováveis de conseguirem repetir palavras mas todos os psitacideos aprendem no minimo a assobiar uma melodia. Sabemos que muitas aves aprendem por estarem numa gaiola, num sitio onde passa muita gente e todo o dia ouvem pessoas a falar e acabam por repetir o que ouvem, mas têm muito mais capacidades que isso. Uma ave ensinada, aprende a repetir palavras em contexto, ou seja, sabe que de manhã se diz bom dia, à noite despede-se com um boa noite, pede o que quer comer quando lhe apetece, etc.
Este treino deve ser um treino diario, devemos sempre aproveitar aquilo que são as nossas "obrigações" como donos que diariamente temos de repetir para ir ensinando as nossas aves, por exemplo:
- De manhã, ao chegarmos a primeira vez ao local onde a nossa ave está devemos sempre cumprimentá-la com um " bom dia!!", e dar-lhe um ou dois minutos de atenção, repetindo os bons dias para que memorize esse som. Ao trocar a àgua, devemos dizer, àgua, vamos trocar a ÀGUA, assim a ave irá associando as palavras às situações. Igual comportamento relativamente à comida, fruta, etc.
Normalmente, é ao final do dia que temos mais disponibilidade para dar alguma atenção à nossa ave, aproveitamos para lhe dar uns mimos, falar com ela e mais uma vez se deve aproveitar o tempo de convivio para ir ensinando algo novo, nessa hora, podemos aproveitar para dar pela mão algo que seja considerado pela ave como uma goluseima, partilhar uma maçã por exemplo e mais uma vez antes de dar a maçã dizer a palavra duas ou três vezes, maçã, queres maçã? maçã e dar a maçã. Nesta altura podemos aproveitar para "exigir" mais da ave, só te dou quando disseres o que quero que digas, mostrar a maçã, chegar mais perto e dizer maçã, assim que a ave diga qualquer coisa parecida com maçã, recompensar com uma dentadinha na maçã, depois repetir até que a maçã acabe. Desta forma podemos ir treinando a nossa ave enquanto a vida acontece.

Para aqueles que queiram mais e que queiram que a sua ave aprenda mais palavras, devem optar por tirar tempo para com muita calma e persistência ensinar as palavras, 3 no máximo 4 palavras em cada sessão ( não quero com isto dizer que aprendam as 3,4 palavras, mas para facilitar o processo no futuro, escolhem-se 3,4 palavras e vai-se alterando a lista consoante forem aprendendo uma e as 3 que ainda não sabem já ouviram imensas vezes, assim vão aprender mais rápido).
Procurar perceber em que horario a ave está mais propensa a comunicar e a falar, aproveitar esse horário para as sessões de ensinamento. Ter na mão a goluseima que a ave mais goste e mostrar-lha, depois repetir as palavras que se quer ensinar e ir dando espaços para que a ave as possa repetir, cada vez que a ave repita alguma das palavras pedidas, tem direito a uma golusiema, durante um periodo de 10 minutos, passados os quais se dá por terminada a sessão e se dá duas ou três das goluseimas que tanto gosta. Não passe de 10 minutos por sessão, está a estragar o trabalho já feito, pode fazer até 3 sessões por dia. O ideal é que se possa fazer um treino diario para que sempre esteja bastante vivo na memória da nossa ave o treino anterior.
Persistência e dedicação são a chave do sucesso!!
Clique aqui para ler o artigo completo ->

sábado, 4 de abril de 2009



O que trazes aí na mão para brincarmos agora??
Clique aqui para ler o artigo completo ->


atenta
Clique aqui para ler o artigo completo ->

A mesa das lições...
Clique aqui para ler o artigo completo ->


Deitado, ainda está a aprender a deitar-se sozinho mas com persistência vai lá

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Clique aqui para ler o artigo completo ->

Clique aqui para ler o artigo completo ->


Joca, o amazonas ochrocephala
Clique aqui para ler o artigo completo ->


Juca, a minha arara azul e amarela
Clique aqui para ler o artigo completo ->

Aves Inteligentes

Serve este blog para partilhar informação preciosa acerca de treino de aves de companhia, muitas vezes conhecemos pessoas que têm aves muito inteligentes que estão "mal aproveitadas", o dono poderia desfrutar de um maior e mais divertido relacionamento com a sua ave mas devido à falta de informação muitas vezes passa-nos ao lado muito daquilo que a ave nos quer dar.
Espero poder publicar informação útil, que sirva outros amantes de aves e que torne os seus relacionamentos com as suas aves muito mais divertido e benéfico para ambos, fundamentalmente na felicidade da nossa ave.
O stress é um dos maiores inimigos das nossas aves, muitas vezes por não sabermos mais, negligenciamos algumas necessidades básicas que poderiam mudar em muito a vida das aves, o stress é causador de doenças e combater o stress muitas vezes é o inicio de um caminho longo e muito recompensador.
Este é um blog mais virado para os papagaios, ou psitacideos em geral. Os papagaios têm uma capacidade de aprendizagem muito acima do que por vezes pensamos, basta passarmos uns minutos a ver o youtube e vemos papagaios muito inteligentes a fazer os mais variados "truques" e malabarismos. Muitas vezes podemos pensar que o nosso papagaio é menos isto ou menos aquilo que os outros por não fazer o que queriamos ou por não aprender como queriamos, pois, aí a questão não é falta de inteligência do papagaio mas provavelmente erros nossos.
Estimular a inteligência dos papagaios desde a mais tenra idade é um bom principio para se ter um papagaio mais inteligente, e estimulamos a sua capacidade de que forma? Existem no mercado brinquedos próprios para cada espécie de papagaio, que os irá motivar a "pensar" e assim desenvolver as suas capacidades. Existem imensas formas de "motivar" o papagaio, podemos por exemplo colocar uma goluseima dentro de um simples rolo de papel higiénico que amachucamos nas pontas e deixamos o papagaio "puxar" pela cabeça de forma a destruir o rolo e receber a sua recompensa, esta é uma pequena amostra de tudo o que podemos fazer para desenvolver a inteligência do nosso papagaio, outra pode ser colocar a goluseima num local de dificil acesso para que o papagaio tenha de se esforçar para lá chegar e poder assim comer aquilo que tanto gosta. A comida é sem duvida uma das melhores ferramentas para desenvolver a inteligência dos papagaios, uma ave que tenha sempre a comida e a àgua num local de facil acesso, e que não seja estimulado, dificilmente se tornará num papagaio muito inteligente pois tudo na vida dele lhe é facilitado. Não digo com isto que a comida esteja sempre "escondida" para lhes dificultar a busca, antes pelo contrário, mas umas goluseimas mais dificeis só trarão bons frutos.
O entender o significado de recompensa, é fundamental para que o papagaio possa estar mais disponivel para aprender. Saber que depois de algum tipo de comportamento vem uma goluseima, é meio caminho andado para que o papagaio esteja predisposto a interagir com o dono.
Clique aqui para ler o artigo completo ->