Loading...

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Criar psitacideos à mão

Aves criadas à mão sempre são mais doceis que criadas pelos pais e domesticadas depois. E criar à mão não é uma brincadeira, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças, basta seguir à risca o método e ter muita atenção aos pequenos pormenores que por vezes são o que faz a diferença.
Há varios pontos que são essenciais:
- Criar as condições de temperatura e humidade correctas para a espécie a criar.
- Começar a criar a ave antes de esta ter aberto os olhos.
- Ter muito cuidado em retirar todo o ar da seringa antes de começar a dar a papa, para que não entre ar no papo.
- Ter muita atenção ao tempo durante o qual se insere alimento no bico da ave para que esta respire facilmente e nunca entre comida para os pulmões, a ave deve engolir ao seu ritmo.
- NUNCA dar comida sem que a ave tenha o papo totalmente vazio.
- Ter muita atenção à solidez da papa, demasiado aguada não alimenta o suficiente, e demasiado consistente seca no papo e pode levar à morte da ave, em caso de duvida, mais vale um pouco mais aguada.
- Não limitar o contacto com a ave aos momentos de alimentação, antes de cada toma deve ser dada atenção à ave, conversar com ela, pegar-lhe com cuidado para não apertar o papo, depois da alimentação deixar a ave dormir no nosso colo desde que a temperatura ambiente o permita. Quanto mais intimidade houver mais docil a ave se tornará.
- Ir reduzindo a quantidade de tomas diarias suavemente, se comia 6 vezes por dia e vai passar a comer só 4, deve ser dia sim dia não durante uma semana( 1 dia come as 6 vezes, no dia seguinte as 4) e só depois dar apenas as 4 todos os dias e usar o mesmo método até ao desmame, em que quando se deixa de dar alimento via seringa, se dê dia sim dia não durante ainda umas duas semanas para que o desmame seja o mais suave possivel e a ave não emagreça.
Depois de ter em conta estas "regras" básicas, penso que quase todos os amantes de aves podem aventurar-se a criar uma ave à mão.
Se me esqueci de algum ponto a ter em atenção peço desculpa e agradeço que o comentem.

Sem comentários:

Enviar um comentário